REFORMING THE STAIR OF THE BEACH HOUSE II.






























In the previous post I told you that, after the fall that I took when descending the stairs of my beach house, I decided to reform it completely. Well, the renovation was done and now it lacked the placement of the security apparatus: Handrail and Guardrail. In another post, I talked about the importance of stairway safety systems (here).


























For safety and practicality (and following the style of industrial decoration) I opted to cover the floor of the stairs with cement only.









































Now is the time to install the safety system for the staircase: Handrail and Guardrail. The photo shows the men working on the installation of the handrail support rods.




























The support rods are initially fixed. These rods act as a support for the final structure of both the handrail and the guardrail.





















Thereafter, the structures which will support the structures forming the handrail and the guardrail are coupled to the attachment rods. It is at this moment that the desired height for the handrail is determined.











The photo shows the final view of the handrail. Upper view.



















Note that because the staircase has a side enclosed by a wall I opted for a security structure with double function: handrail and guardrail. The photo shows the final view of the handrail/guardrail. Bottom view.


It doesn’t matter if your home doesn’t have children or the elderly.
Safety is always important.
Prevent yourself !!!
Remember, "Insurance has died of old age."
Stay connected, I'll be back soon.



Em português (in portuguese).

REFORMANDO A ESCADA DA CASA DE PRAIA  II.

Na postagem anterior eu contei a vocês que, depois do tombo que levei quando descia a escada de minha casa de praia, decidi reformá-la completamente. Pois bem, a reforma foi feita e agora faltava a colocação do aparato de segurança: Corrimão e Guarda-corpo. Em uma outra postagem, falei sobre a importância dos sistemas de segurança em escadarias (aqui).

Por segurança e praticidade (e seguindo o estilo de decoração industrial) optei em revestir o piso da escada apenas com cimento.

Agora é chegado o momento da instalação do sistema de segurança para a escada: Corrimão e Guarda-corpo. A foto mostra os homens trabalhando na instalação das hastes de sustentação do corrimão.

Inicialmente são fixadas as hastes de sustentação. Estas hastes funcionam como apoio para a estrutura final tanto do corrimão como do guarda-corpo.

Na sequência, sobre as hastes de fixação são acopladas as estruturas que suportarão as estruturas que formarão o corrimão e o guarda-corpo. É neste momento que se determina a altura desejada para o corrimão.

A foto mostra visão final do corrimão. Vista superior.

Observe que pelo fato da escada apresentar uma lateral fechada por uma parede, eu optei por uma estrutura de segurança com dupla função: corrimão e guarda-corpo. A foto mostra visão final do corrimão/guarda-corpo. Vista inferior.



Não importa se em sua casa não tenha crianças ou idosos.
Segurança é sempre importante.
Previna-se!!!
Lembre-se: “O seguro morreu de velho”.
Fique conectado, logo voltarei.

REFORMING THE STAIR OF THE BEACH HOUSE I.




























The staircase in my beach house is a Winder shape type and its floor was covered by a smooth ceramic and the handrail, worn by the time, no longer provided the necessary security. During the holidays in which I was in the house I always had in mind the danger that this stair represented and, above all, the need to reform it.


















Once upon a time, on a beautiful summer day, I was in my beach house and I had to go downstairs. At that moment I was wearing sandals on my feet (and without realizing they were dampened). Okay, it happened !!!! .... I went down three steps and as I took the next step I literally rolled down the stairs. The scare was huge, the pain was immense, but fortunately, nothing more, just the certainty that the time to reform the ladder had arrived.



















At that moment, my mason was working on the ceiling of the room, but I asked him to stop what he was doing and start working on the stairs. The fact is that at that time the only certainty I had was that the smooth and slippery floor of the stairs should be replaced. My mason promptly answered me: OK!!!, then let's reform the stair !!!




























In a few minutes my mason removed all the pottery and handrail of the stair. After the removal I had some doubts:

1) What material should I buy to cover the floor of the stair?

2) Which model of handrail to choose? (Theme for the next post).
The choice of material to coat the stair depends on the decoration and the type of material with which it was made. Some stairs do not even need lining, such as concrete or stainless steel. Either way, the stair is always a significant element within the environments, and its finish deserves special attention (here).










































The stair in my beach house is all in concrete and so I chose to coat it with cement because it is more appropriate to the coastal and industrial style of the house decoration. It is worth emphasizing that cement flooring besides its practicality at the time of cleaning also provides safety for the movement of children and the elderly.





















After cementing and observing its drying time, I applied 3 coats (different dilutions) of AQUASAN: a crystallizing agent that fills the porosity of the concrete increasing its water and abrasion resistance. In the next step I will be choosing and installing the stair handrail. Work completed with effects of functionality and plasticity achieved.


Overcome the fear of reforming your stair.

Functionality and safety above all else.
Search and innovate.
The result will be rewarding.
Stay here !!! I'll be back soon.


Em português (in portuguese).

REFORMANDO A ESCADA DA CASA DE PRAIA  I.

A escada em minha casa de praia tem o formato em “U” com os degraus em leque sendo que seu piso era revestido por uma cerâmica lisa e o corrimão, desgastado pelo tempo, já não proporcionava a devida segurança. Durante as férias e feriados em que eu estava na casa sempre me vinha em mente o perigo que aquela escada representava e, sobretudo, a necessidade de reformá-la.

Era uma vez, em um belo dia de verão, eu estava em minha casa de praia e precisei descer a escada. Naquele momento eu estava usando sandálias nos pés (e sem perceber que estavam umedecidas). Pronto, aconteceu!!!! ....desci uns três degraus e ao dar o passo seguinte literalmente rolei escada abaixo. O susto foi enorme, a dor foi imensa, mas felizmente, nada além disso, apenas a certeza de que o momento de reformar a escada havia chegado.

Naquele momento, o meu pedreiro estava trabalhando no teto da sala mas solicitei a ele que interrompesse aquele trabalho e começasse a trabalhar na escada. O fato é que, naquela hora, a única certeza que eu tinha era a de que aquele piso liso e escorregadio da escada deveria ser trocado. Meu pedreiro prontamente me respondeu: Muito bem, então vamos reformar a escada!!!

Em poucos minutos meu pedreiro removeu toda a cerâmica e o corrimão da escada. Feita a remoção, vieram as dúvidas:
1) Com que material devo revestir o piso da escada?
2) Qual modelo de corrimão escolher? (Tema para a próxima postagem).
A escolha do material para revestir a escada depende da decoração e do tipo de material com que foi feita. Algumas escadas nem precisam de revestimento, como as de concreto ou aço inox. De qualquer forma, a escada é sempre um elemento significativo dentro dos ambientes, e seu acabamento merece atenção especial (aqui).

A escada em minha casa de praia é toda em concreto e assim, optei por revesti-la com cimento pois fica mais adequado ao estilo litoral e industrial da decoração da casa. Vale enfatizar ainda, que o piso em cimento além de sua praticidade na hora da limpeza também proporciona segurança para a movimentação de crianças e idosos.

Após a cimentação e observado seu tempo de secagem, apliquei 3 demãos (diferentes diluições) de AQUASAN: um agente cristalizante que colmata (preenche) a porosidade do concreto, aumentando sensivelmente sua impermeabilidade e resistência ao desgaste por abrasão. Na próxima etapa estarei escolhendo e instalando o corrimão da escada. Trabalho concluído com efeitos de funcionalidade e plasticidade atingidos.

Vença o medo de reformar sua escada.
Funcionalidade e segurança acima de tudo.
Pesquise e inove.
O resultado será gratificante.

HANDRAIL vs GUARDRAIL: WHAT’S THE DIFFERENCE?














In the previous post we saw the different types of stairs as well as the different materials for its lining. Very well, your stair is ready and the chosen coat has been placed ...... Work completed ??? NO!!!
WHAT ABOUT THE SECURITY OF YOUR STAIR ???
Stairs are places with a high risk of accidents, which can be small abrasions or even falls with high potential of gravity.




















Stationary, definitive stairs are designed to provide safety to users. We must remember that during the construction the adequate spacing and height of the steps must be observed. The French architect Nicolas-FrançoisBlondel (1618-1686), who studied this question of security, energy and comfort in walking up and down stairs, was deeply concerned. According to his thesis, the act of walking up and down stairs must be an instinctive act and should not require the person's great abilities or great efforts (here).




















In Brazil, ABNT (Brazilian Association of Technical Standards) regulates these measures through NBR 9077 and NBR 9050; while other countries like the USA follow the standards regulated by the International Residential Code (IRC - 2006). The ABNT standards recommend that all steps of a stair have the same height and width (depth). Therefore, the steps must be between 6 and 7 inches (16 and 18 cm) in height and their width can be determined according to the height (Table 1).
















If the stair needs to have a landing, which is the landing area between two parts of the same stair, this area must have the depth equal to or greater than the width of each rise (step). And the minimum width considered is 32 in (80 cm), to ensure a good circulation. The landing counts as one more step at the end of the calculations. If there is not enough space, a maximum of 4 steps can be taken in each square step by making the curve (here).

























However, only the construction of the stair with the recommended dimensions, are not sufficient to guarantee the safety of the user. At this moment, two other elements of security are highlighted: HANDRAIL and GUARDRAIL.
Many people use the terms handrail and guardrail interchangeably, but are they different? OH!!! YES!!! They are different.
A Handrail is a rail which provides a handhold on a platform walkway, stairway or step ladder. Essentially handrail help with stability so people do not slip or misplace their footing and fall down the stairs or fall while on a platform.

On the other hand, a Guardrail is a structure to prevent persons from falling off a platform, walkway or landing. Sometimes, a handrail will form part of a guardrail and this may confuse some people about their different functions. A handrail only needs to be secure enough to provide stability and a continuous guide along a stair or platform, whereas a guardrail must be strong enough to resist breaking if a person falls or pushes on it (here).















The handrail, also called Mainel, is a smooth, rounded surface bar that accompanies one or both sides of the stairs and ramps, assisting those who walk through them. The handrail should be comfortable and easy to grip (rounded); no sharp edges. The image shows in relation to the shape of the handrail: what is right and what is wrong (here).














A handrail must comply with the measures established in NBR9077 and NBR9050 (in Brazil or IRC in USA).

Ѵ Diameter: from 1.5 to 2.7 inches (3.8 a 6.5 cm).

Ѵ Handrail height: from 31 to 39 inches (80 a 100 cm.

Ѵ Distance from the wall to the handrail (internal face): There must be a minimum clearance of 1,6 inches (4 cm) between the handrail and the wall.
Ѵ Distance from the wall to the handrail (external face): it may be a maximum of 3.9 inches (10 cm).
Ѵ Extension (length): its extension by 12 inches (30 cm) before and after the end of stairs and ramps favors accessibility.
# Ergonomics:
- In this respect, the handrail must be continuous throughout its length (including at stair steps and ramps) and free from any obstruction.
- It must offer resistance to heavy loads at any point in its length
- Comfortable and easy to grip; no sharp edges (here) (here).






















Often, only the handrail is not enough to ensure the safety of users. So, the Guardrail appears at that moment.

The Guardrail is a structure to prevent people from falling off a platform, walkway or stairs. Sometimes a handrail will form part of a guardrail and this may confuse some people about their different functions. A handrail only needs to be secure enough to provide stability and a continuous guide along a stair or platform, whereas a guardrail must be strong enough to resist breaking if a person falls or pushes on it (here).


























Detailed requirements for a guardrail:

1) Guardrails are required at the sides of stairways, landings, ramps, porches and balconies that are more than 12 inches (30 cm) above grade or the floor below.

2) Guardrails shall have a 42 inches (100 cm) minimum height, 42 inches (100 cm) high along open sides of stairways.

3) Guardrails must be able to withstand a load of 20 pounds (9 Kg) per lineal foot applied horizontally at the top of the guardrail.
4) Intermediate rails, panels or fillers, and their connections, shall be capable of withstanding a load of 25 pounds (11 Kg) per square foot applied at right angles to the guardrail. 5) Guardrails shall be designed so that a 6 inches (15 cm) diameter sphere cannot pass through the triangular space formed by the botton of the rail, the riser and the tread.
6) Balusters on a handrail or a guardrail shall be so spaced that a 4 inches (10 cm) sphere cannot pass through (here).


























Very well !!! Your stair was built in compliance with all safety standards. It is fantastic and ready to be used with all comfort and safety. Congratulations!!!


Theme a little confusing.
Many details.
Beauty and safety guaranteed.
Your beautiful home and your happiness is all I desire.
I'll be back soon !!!



Em português (in portuguese).

CORRIMÃO vs GUARDA-CORPO: QUAL É A DIFERENÇA?
  
Na postagem anterior vimos os diferentes tipos de escada bem como os diferentes materiais para o seu revestimento. Muito bem, sua escada está pronta e o revestimento escolhido foi colocado......Trabalho concluído???  NÃO!!!
QUE TAL A SEGURANÇA DE SUA ESCADA ???
As escadas são locais com elevado risco de acidentes, que podem ser pequenas escoriações ou até quedas com alto potencial de gravidade.

As escadas fixas, definitivas, são projetadas para proporcionar segurança aos usuários. Temos que lembrar que durante a construção devem ser observados os adequados espaçamentos e altura dos degraus. Quem analisou profundamente esta questão da segurança, energia e conforto em subir e descer escadas foi o arquiteto francês Nicolas-François Blondel (1618-1686). Segundo sua tese, o ato de subir ou descer escadas deve ser um ato instintivo e não deve requerer da pessoa grandes habilidades e nem grandes esforços (aqui).

No Brasil, a ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) regulamenta essas medidas através da NBR 9077 e NBR 9050; enquanto outros países como os USA seguem as normas regulamentadas pelo International Residential Code (IRC – 2006). As normas da ABNT recomendam que todos os degraus de uma escada tenham a mesma altura e a mesma largura (profundidade). Assim sendo, os degraus devem ter uma altura compreendida entre 16 e 18 centímetros e sua largura poderá ser determinada conforme a altura (Tabela 1).

Se a escada precisar ter um patamar, que é a área de descanso entre duas partes de uma mesma escada, essa área precisa ter a profundidade igual ou maior à da largura de cada lance. E a largura considerada mínima é de 80 cm, para garantir uma boa circulação. O patamar conta como mais um degrau no final dos cálculos. Caso exista pouco espaço, podem ser feitos no máximo 4 degraus em cada patamar quadrado fazendo a curva (aqui).

Todavia, apenas a construção da escada com as dimensões recomendadas, não são suficientes para garantir a segurança do usuário. Nesse momento, dois outros elementos de segurança ganham destaque: o CORRIMÃO e o GUARDA- CORPPO.
Muitas pessoas usam os termos corrimão e GUARDA-CORPO de forma intercambiável, mas são eles diferentes? SIM!!! Eles são diferentes.
Um Corrimão é um trilho que proporciona apoio em uma passarela, plataforma ou escada. Essencialmente, o corrimão ajuda na estabilidade, de forma que as pessoas não escorreguem ou se posicionem mal e caiam na escada ou de uma plataforma.
Por outro lado, um Guarda-corpo é uma estrutura para impedir que pessoas caiam de uma plataforma, passagem ou escada. Às vezes, um corrimão é parte integrante da estrutura de um guarda-corpo e isso pode confundir algumas pessoas sobre suas diferentes funções. Um corrimão só precisa ser seguro o suficiente para fornecer estabilidade e um guia contínuo ao longo de uma escada ou plataforma, enquanto um guarda-corpo deve ser forte o suficiente para resistir à quebra se uma pessoa cair ou for empurrada (aqui).

O Corrimão, também denominado Mainel, é uma barra de superfície lisa e arredondada que acompanha uma ou as duas laterais das escadas e rampas, auxiliando quem caminha por elas. O corrimão deve ter um formato confortável e fácil de ser agarrado (arredondado); sem aresta vivas. A imagem mostra em relação ao formato do corrimão: o que é certo e o que é errado (aqui).

Um corrimão deve atender as medidas estabelecidas na NBR9077 e na NBR9050 (para o Brasil).
Ѵ Diâmetro: de 3,8 a 6,5 cm.
Ѵ Altura do corrimão: de 80 a 100 cm.
Ѵ Distância da parede ao corrimão (face interna): deverá haver um espaço livre mínimo de 4 cm entre o corrimão e a parede.
Ѵ Distância da parede ao corrimão (face externa): poderá ser de no máximo 10 cm.
Ѵ Extensão (Comprimento): seu prolongamento por 30 cm antes e depois do final das escadas e rampas favorece a acessibilidade.
# Ergonomia:
- Nesse aspecto o corrimão deve ser contínuo por toda a sua extensão, (inclusive nos patamares de escadas e rampas) e livre de qualquer obstrução.
-Deve oferecer resistência a cargas pesadas em qualquer ponto de sua extensão
- Formato confortável e fácil de ser agarrado; sem arestas vivas (aqui) (aqui).

Muitas vezes, apenas o corrimão não é o suficiente para garantir a segurança dos usuários. Surge, nesse momento, o Guarda-Corpo.
O Guarda-corpo é uma estrutura necessária para evitar que pessoas caiam de uma plataforma, passarela ou escada. Às vezes, um corrimão faz parte de um guarda-corpo e isso pode confundir algumas pessoas sobre suas diferentes funções. Um corrimão só precisa ser seguro o suficiente para proporcionar estabilidade e um guia contínuo ao longo de uma escada ou plataforma, enquanto um guarda-corpo deve ser forte o suficiente para resistir a quebra se uma pessoa cair ou for empurrada sobre ele (aqui).

Requisitos detalhados para um guarda-corpo:
1) Guarda-corpos são necessários nos lados de escadas, patamares, rampas, varandas e balcões que são mais de 30 cm (12 ") acima da classe ou no andar de baixo.
2) Guarda-corpos deve ter uma altura mínima de 100 cm (42 "), e altura de 100 cm (42 ") ao longo dos lados abertos das escadas.
3) Guarda-corpo deve ser capaz de suportar uma carga de 9 Kg (20 libras) por foot (Pés) (1 foot = 30,5 cm) linear aplicado horizontalmente no topo do guarda-corpo.
4) Trilhos intermediários, painéis ou enchimentos, e suas conexões, devem ser capazes de suportar uma carga de 11 Kg (25 libras) por foot quadrado aplicada em ângulos retos ao guarda-corpo.
5) As proteções devem ser projetadas de forma que uma esfera de 15 cm (6 inches) de diâmetro não possa passar através do espaço triangular formado pela parte inferior do trilho, pelo espelho e pelo piso.
6) Balaústres em corrimão ou guarda-corpo devem ser espaçados de tal maneira que uma esfera de 10 cm (4 ") não possa passar (aqui).

Muito bem !!!  Sua escada foi construída em conformidade com todas as normas de segurança. Ela está fantástica e pronta para ser utilizada com todo o conforto e segurança. Parabéns!!!



Tema um pouco confuso.
Muitos detalhes.
Beleza e segurança contemplados.
Sua casa bonita e você feliz é tudo que eu desejo.
Volto breve!!!